Search for content, post, videos

PETS E CORONAVÍRUS, INFORMAÇÕES ÚTEIS

Share the love

Os animais de estimação não transmitem o coronavírus nem correm o risco de contrai-lo. Neste momento delicado e incomum, fake news estão surgindo e é fácil acreditar em qualquer coisa, por esse motivo, é correto esclarecer essa questão que está afetando o mundo todo – também do ponto de vista de nossos amigos de quatro patas.

A Associação Mundial de Veterinários para Animais Pequenos (Wsava), associação mundial de veterinários de pequenos animais, preparou um documento para ajudar veterinários a responder perguntas frequentes sobre o novo coronavírus (Covid-19) e tranquilizar sobre o risco de infecção.

Wsava confirma que os animais de estimação absolutamente não são perigosos e não transmitem o vírus de forma alguma; no entanto, o presidente Shane Ryan disse estar preocupado com o risco de que o coronavírus “possa levar a um aumento de cães e gatos abandonados e malcuidados“.

Perguntas frequentes

Devo evitar contato com pets se estou doente?

Se você não está infectado, não há razão para evitar contato com cães e gatos, embora ainda seja uma boa prática limpar suas mãos após acaricia-los, porque eles podem nos contaminar com bactérias como salmonela ou Escherichia coli.

Para aqueles que decidem voluntariamente entrar em quarentena, os veterinários sugerem que eles mantenham seus amigos de quatro patas dentro de casa e que prestem cuidados diários como costumam fazer. Para donos de cães (quem mais precisa sair, correr e esticar as pernas), é essencial encontrar um truque para fazê-los se mexer: talvez através de exercícios ou brincadeiras para fazer em casa.

Se você contraiu o Covid-19, deve evitar entrar em contato com pessoas e animais, porque os animais podem diminuir ainda mais o sistema imunológico; quando necessário – porque ninguém mais pode cuidar deles – é essencial usar uma máscara.

O que deve ser feito se o animal precisar de tratamento e estiver em contato com uma pessoa infectada com o coronavírus?

Obviamente, você deve entrar em contato com o veterinário e fornecer uma imagem completa da situação, no entanto, até o momento o vírus está se espalhando de pessoa para pessoa, portanto, não há medo de que um cão ou gato possa estar infectado ou transmitir o vírus.

Nos preocupamos em espalhar esta notícia contra qualquer possível desinformação, já que estima-se que 139,3 milhões de animais vivem hoje nas casas dos brasileiros, sendo 54,2 milhões de cães, 23,9 milhões de gatos, 19,1 milhões de peixes, 39,8 milhões de aves e 2,3 milhões de outros animais de estimação.

 


Share the love

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *